Por um punhado de sonetos

Trago um punhado de sonetos
Que versam meu dia a dia
No centro da periferia
Enriquecido nos guetos

Falo da minha vida
Partindo de um ponto
Com crônica, conto…
Feliz ou sofrida

Fodida e mal paga
Pobre, desgraçada
Mas que fabrica alegria

Dou a volta por cima
A escassez vira matéria prima
Pros sonetos da periferia

Anúncios

Sobre Cacau Amaral

Cineasta brasileiro. Direção em 5X Favela; 1 Ano e 1 Dia; Cineclube Mate com Angu; Sociedade Musical Lira de Ouro; Programa Espelho e Aglomerado. https://cacauamaral.com/
Esse post foi publicado em Poesia. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s