Sonetos de 1 a 3

Tom C

Am Em

trago um punhado de sonetos

que versam meu dia a dia

no centro da periferia

enriquecido nos guetos

falo sobre a minha vida

partindo de um ponto

com crônica conto

feliz ou sofrida

fodida e mal paga

pobre desgraçada

mas que fabrica alegria

dou a volta por cima

a escassez vira matéria prima

pros sonetos da periferia

sabe o que que dá vontade

de trabalhar o dia inteiro

e na hora da saída ser o primeiro

sair correndo para faculdade

mas eu fico aqui pensando

depois de tanto ter trabalhado

depois de tanto ter estudado

ficar aqui em pé esperando

essa bosta de ônibus que só demora

sem poder ir embora

de volta à periferia

mando tudo para o inferno

saco meu caderno

e lasco de poesia

a primeira vez que te vi

me lembro e hoje falo

da pesca do robalo

oh rio sarapuí

muitos peixes aqui

pescando carangueijo

que hoje não mais vejo

oh rio sarapuí

a gente bem junto

não tinha tanto defunto

só eu e você

rio sarapuí

não tem mais graça aqui

nem peixe pra se ver

Anúncios

Sobre Cacau Amaral

Cineasta brasileiro. Direção em 5X Favela; 1 Ano e 1 Dia; Cineclube Mate com Angu; Sociedade Musical Lira de Ouro; Programa Espelho e Aglomerado. https://cacauamaral.com/
Esse post foi publicado em Letras cifradas. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s