Duma hora pra outra

Duma hora pra outra, do nada
Comecei a fazer soneto
Primeiro sobre o gueto
Depois sobre qualquer parada

Até mesmo sobre amar
Hora bolas, por que “até”
Diz aí, é ou não é
Tem coisa que é difícil falar

Em meio a toda essa correria
Ainda à noite, começa nosso dia
Condução, patrão, tocar o terror

Ainda mais eu, que sou suspeito
Amar, pra mim, só tem um jeito
Transbordando de amor

Anúncios

Sobre Cacau Amaral

Cineasta brasileiro. Direção em 5X Favela; 1 Ano e 1 Dia; Cineclube Mate com Angu; Sociedade Musical Lira de Ouro; Programa Espelho e Aglomerado. https://cacauamaral.com/
Esse post foi publicado em Poesia e marcado , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s