5X Favela em Paulínia – 2013.2

Publicado em: portalcbncampinas.com.br

V Paulínia Film Festival começa nesta quarta-feira

Flavio Botelho, terça-feira, 10 dez 2013 9:08

O longa-metragem Confia em Mim, de Michel Thikmiroff abre a V Paulínia Film Festival,que será realizado no período de 11 a 14 de Dezembro no Theatro Municipal Paulo Gracindo. O evento que havia sido encerrado pela gestão anterior da Prefeitura de Paulínia é retomado com uma versão mais enxuta com seis longas, incluindo dois títulos na programação vespertina.
Neste ano, o Festival, que não terá mostra competitiva vai homenagear os profissionais premiados nas edições anteriores.
A programação do V Paulínia Festival de Cinema apresenta os longas: Confie em Mim, de Michel Thikhomiroff; Entre Vales, de Philippe Barcisnki; O Lobo Atrás da Porta, de Fernando Coimbra; e Tatuagem, de Hilton Lacerda, que encerra o evento no sábado, dia 14. Na programação vespertina do festival há duas sessões de Uma História de Amor e Fúria, de Luiz Bolognesi – quinta e sexta às 14h , e uma exibição do filme inédito O Menino e o Mundo, de Alê Abreu, no sábado, às 17h. Os dois títulos serão antecedidos por curtas dos alunos da escola de stop motion. Além da exibição de filmes, o festival terá seis mesas com personalidades do meio cinematográfico nacional e internacional. As inscrições para as mesas são gratuitas e podem ser realizadas pelo e-mail epa.cinema2012@gmail.com ou uma hora antes do início de cada atividade, no próprio local.
Os atores Rita Guedes e Henri Castelli serão os mestres de cerimônia da abertura do evento. As duplas Marina Person e Bárbara Paz; Igor Rickli e Juan Alba; e Ailton Graça e Zezé Mota apresentam, respectivamente, as noites de quinta, sexta e sábado. Também confirmaram presença no Festival, os atores Irandhir Santos (Tatuagem, Febre do Rato e Amores Roubados, série da Globo a ser exibida no início do próximo), Jesuíta Barbosa e Rodrigo Garcia (de Tatuagem), Fabiana Carla (atriz da novela Amor à Vida), Fernanda D’Umbra, Murilo Rosa, Ângelo Paes Leme, Bruno Giordano e Fernanda Machado (ambos de Confia em Mim), além dos diretores Vladimir Carvalho, Helvécio Ratton, Lucia Murat, Bruna Lombardi, Carlos Alberto Riccelli, Carlos Nader, Toni Venturi e Claudio Assis.

O Paulínia Festival de Cinema foi idealizado em 2005. Na ocasião, a secretária de cultura Tatiana Quintella convidou o crítico Rubens Ewald Filho para, juntos, estudarem a viabilização do projeto. Os dois fizeram uma grande pesquisa e sugeriram a criação de um polo cinematográfico e de cultura. Em 2008, nascia o I Paulínia Film Festival, um dos maiores festivais do país, janela de filmes inéditos e espaço de debates e trocas de experiências entre produtores, cineastas, atores e técnicos. Em 2008, com o desenvolvimento do Polo e os primeiros filmes sendo rodados na cidade, era natural que a Secretaria criasse uma janela para exibir filmes rodados ali, criando um espaço para o encontro e a troca de experiências entre os agentes do Polo, produtores e diretores. Profissionais que ainda não conheciam a cidade passaram a ver nela oportunidades para seus novos projetos. Nascia o I Paulínia Festival de Cinema. No mesmo ano o Festival consagrou o filme de terror “Encarnação do Demônio”, de José Mojica Marins, o Zé do Caixão. Selton Mello também saiu consagrado com seu primeiro longa-metragem como diretor, “Feliz Natal”. Darlene Glória, diva dos anos 70, levou o prêmio de Melhor Atriz Coadjuvante. Cláudia Abreu e Ângelo Paes Leme foram premiados por sua atuação em “Os Desafinados”, de Walter Lima Jr. Entre os documentários, o grande vencedor (pelo júri e pelo público) foi “Simonal, Ninguém Sabe o Duro que Dei”, de Claudio Manoel, Micael Langer e Calvito Leal.
Em 2009, o segundo Paulínia Festival de Cinema teve um maior número de inscritos nas categorias longa e curta-metragem. O thriller “Olhos Azuis”, de José Jofilly, saiu consagrado com seis prêmios, entre eles os de melhor filme, roteiro, ator coadjuvante (Irandhir Santos) e atriz coadjuvante (Cristina Lago). “O Contador de Histórias”, comovente filme de Luiz Villaça estrelado pela portuguesa Maria de Medeiros, ficou com o Grande Prêmio do Júri. O prêmio de direção e o prêmio da crítica ficaram com o gaúcho “Antes que o Mundo Acabe”, de Ana Luiza Azevedo. O festival ainda exibiu o drama “Quanto Dura o Amor?”, de Roberto Moreira, sobre os conflitos amorosos de jovens em São Paulo. O documentário “Só Dez por Cento é Mentira”, ensaio livre sobre a vida do poeta Manoel de Barros, venceu o prêmio máximo da categoria.

O terceiro Paulínia Festival de Cinema consagrou os cineastas das favelas do Rio com “5x favela, agora por nós mesmos”, filme coletivo de Manaíra Carneiro, Wagner Novais, Rodrigo Felha, Cacau Amaral, Luciano Vidigal, Cadu Barcellos e Luciana Bezerra, num projeto idealizado por Cacá Diegues. O filme levou seis prêmios, entre eles os de melhor filme, roteiro e montagem. “Bróder”, filme de Jefferson De sobre três amigos no distrito do Capão Redon do, em São Paulo, ficou com o prêmio da crítica. Marcelo Serrado e Fernanda de Freitas consagram-se melhores atores com o romance “Malu de Bicicleta”, dirigido por Flávio Tambellini. O documentário “Leite e Ferro”, de Claudia Priscila, foi escolhido o melhor documentário pelo júri. Mas foi um outro documentário que entusiasmou o público, levando-o a aplaudir de pé por mais de cinco minutos: “Lixo Extraordinário”, de Lucy Walker, Karen Harley e João Jardim, depois indicado ao Oscar de melhor documentário. O filme ficou com o prêmio do público e um prêmio especial do júri.

Em 2011, o Festival Paulínia de Cinema chegou à sua quarta edição já reconhecido pelo público e pelos profissionais de cinema, reunindo alguns dos melhores filmes do ano. A abertura foi com o filme “Corações Sujos”, adaptação de Vicente Amorim para o livro de Fernando Morais sobre os nipo-brasileiros que não acreditavam na derrota do Japão na Segunda Guerra, com Du Moscovis no elenco. A competição incluiu o filme que Selton Mello dirigiu e atuou (“O Palhaço”, com Paulo José); “Meu País”, primeiro longa de André Ristum, estrelado por Rodrigo Santoro, Débora Falabella e Cauã Reymond; “Onde Está a Felicidade?”, comédia de Carlos Alberto Riccelli com Bruna Lombardi; “Febre do Rato”, do pernambucano Cláudio Assis, diretor de “Amarelo Manga”; “Os 3”, de Nando Olival, parceiro de Fernando Meirelles no filme Domésticas; e “Trabalhar Cansa”, de Marco Dutra e Juliana Rojas, selecionado para o Festival de Cannes.

“Febre do Rato” foi o grande vencedor do Festival, levando o prêmio de Melhor Filme. Selton Mello levou a estatueta Menina de Ouro de Melhor Diretor, por “O Palhaço”. “Trabalhar Cansa” ganhou o prêmio especial do Júri e “Rock Brasília”, de Vladimir Carvalho, levou o prêmio de Melhor Documentário do Festival. O prêmio do público foi para a ficção “Onde Está a Felicidade?”, de Carlos Alberto Riccelli e “A Margem do Xingu – Vozes Não Consideradas€ , de Damià Puig. Já a crítica premiou os filmes “Febre do Rato” e “Uma Longa Viagem”, documentário de Lucia Murat.

Em abril de 2012, o então Prefeito de Paulínia, José Pavan Junior suspendeu o Festival e as atividades do Polo Cinematográfico da cidade que agora são retomadas.

A exibição dos filmes é de graça.

Dia 11 de dezembro, quarta-feira

20h: exibição do longa-metragem CONFIA EM MIM (presenças confirmadas do diretor e elenco)

Local: Theatro Municipal Paulo Gracindo

Brasil, 2012, 85 min

Direção: Michel Tikhomiroff

Elenco: Mateus Solano, Fernanda Machado, Bruno Giordano, Clarissa Abujamra, Janaina Afhonso e Patrícia Pichamone.

Sinopse: Chef de cozinha talentosa, Mari sonha ter seu próprio restaurante. Ela se envolve com o sedutor Caio, que oferece condições para que ela realize seu sonho. Porém, as coisas não são o que parecem ser.

Distribuição: Dowtown Filmes / Paris Filmes

Dia 12 de dezembro, quinta-feira

11h – 13h: Workshop: Filmando no Polo Cinematográfico de Paulínia

Local: Auditório Carlos Tontoli – Paço Municipal

14h – 16h: Mostra Infantojuvenil Stop Motion

Exibição de curtas produzidos por alunos da Escola Stop Motion de Paulínia, seguida do longa-metragem UMA HISTÓRIA DE AMOR E FÚRIA

Local: Theatro Municipal Paulo Gracindo

Brasil, 2012, 74 min

Direção: Luiz Bolognesi

Sinopse: A história narra o amor entre Janaína e um guerreiro indígena que, ao morrer, assume a forma de um pássaro. Durante seis séculos, a história do casal sobrevive, atravessando quatro fases da história do Brasil: a colonização, a escravidão, o regime militar e o futuro, em 2096, quando haverá uma guerra pela água. Em todos estes períodos, os dois lutam contra a opressão.

Distribuição: Europa Filmes

15h – 17h: Workshop: Processo Criativo em efeitos especiais para cinema

Convidado: Kino Scialabba

Apresentação de making of de efeitos visuais em computação gráfica (vfx) produzidos para os filmes mais recentes, como Homem-Aranha, Branca de Neve, Oblivion, etc. Exibição de artes conceituais, matte painting e storyboards para a produção de filmes e as necessidades de conceito, direção de arte e desenvolvimento da história e como eles funcionam juntos. Como criar o seu próprio estilo e onde buscar inspiração e assim construir um portfólio de sucesso.

Local: Top Cine Plex – Paulínia Shopping

19h: Homenagens aos profissionais premiados nas edições anteriores

Theatro Municipal Paulo Gracindo

20h: exibição do longa-metragem ENTRE VALES (presenças confirmadas do diretor e elenco)

Local: Theatro Municipal Paulo Gracindo

Brasil, 2012, 80 min

Direção: Philippe Barcinski

Elenco: Ângelo Antônio, Daniel Hendler, Inês Peixoto, Matheus Restiffe, Melissa Vettore

Sinopse: Vicente é economista, pai de Caio e marido de Marina, uma dedicada dentista. Ele tem uma vida comum em casa e no trabalho até que uma perda seguida da outra o levam a assumir uma outra identidade, passando a vi ver em um lixão, ao lado de outros catadores.

Distribuição: Europa Filmes

Dia 13 de dezembro, sexta-feira

11h – 13h: Workshop: Polos de Cinema – relatos de experiências fora do país

Local: Auditório Carlos Tontoli – Paço Municipal

14h– 16h: Mostra Infantojuvenil Stop Motion

Exibição de curtas produzidos por alunos da Escola Stop Motion de Paulínia e do longa-metragem UMA HISTÓRIA DE AMOR E FÚRIA

Local: Theatro Municipal Paulo Gracindo

15h – 17h: Workshop: Trabalhando com Holywood

Convidado: Carlos Arguello

Um dos pioneiros na criação de imagens de computador para a nova indústria de entretenimento, Carlos continua a abrir caminhos de inovação com a sua própria empresa, STUDIO C. Seu desenvolvimento profissional levou-o a reunir jovens de diversos lugares e inserí-los com sucesso no mundo desafiante dos efeitos especiais de grandes produções de Hollywood.

Local: Top Cine Plex – Paulínia Shopping

19h: Homenagens aos profissionais premiados nas edições anteriores

Local: Theatro Municipal Paulo Gracindo

20h: exibição do longa-metragem O LOBO ATRÁS DA PORTA (presenças confirmadas do diretor e elenco)

Direção: Fernando Coimbra

Elenco: Antonio Saboia, Fabiula Nascimento, Juliano Cazarré, Leandra Leal, Milhem Cortaz, Tamara Taxman, Thalita Carauta

Sinopse: Depois que uma criança é raptada, três pessoas envolvidas no caso são interrogados na delegacia. Sylvia e Bernardo são os pais da vítima. Rosa é a principal suspeita e amante de Bernardo. Os três prestam depoimentos contraditórios e, aos poucos, nos levam aos recantos mais obscuros dos desejos, mentiras, carências e perversidades do relacionamento desses três personagens conturbados.

Distribuição: Imagem Filmes

Dia 14 de dezembro, sábado

11h – 13h: Workshop: Coprodução e conteúdos de TV

Local: Auditório Carlos Tontoli – Paço Municipal

15h – 17h: Workshop: De Jurassic Park à Garfield

Convidado: Mark Dippé

Mark, diretor americano e supervisor de efeitos especiais, mostrará os bastidores de filmes precursores da era digital, de Jurassic Park à Garfield: Um Super-Herói Animal, explicando todo o processo de direção.

Local: Top Cine Plex – Paulínia Shopping

17h: exibição do longa-metragem inédito O MENINO E O MUNDO

Local: Theatro Municipal Paulo Gracindo

Brasil, 2013, 80 min, DCP

Direção, roteiro e montagem: Alê Abreu

Música Original: Gustavo Kurlat e Ruben Feffer

Participações Especiais: Emicida, Naná Vasconcelos, Barbatuques e GEM – Grupo Experimental de Música

Sinopse: Sofrendo com a falta do pai, um menino deixa sua aldeia e descobre um mundo fantástico dominado por máquinas-bichos e estranhos seres. Uma inusitada animação que utiliza várias técnicas para retratar as questões do mundo moderno através do olhar de uma criança.

Distribuição: Espaço Filmes

19h: Homenagens aos profissionais premiados nas edições anteriores

Theatro Municipal Paulo Gracindo

20h: exibição do longa-metragem TATUAGEM (presenças confirmadas do diretor e elenco)

Local: Theatro Municipal Paulo Gracindo

Brasil, 2013, 108 min., 16 anos.

Roteiro e Direção: Hilton Lacerda

Elenco: Irandhir Santos, Jesuíta Barbosa, Rodrigo García, Sílvio Restiffe, Sylvia Prado

Sinopse: Recife, 1978. Com a ditadura militar ainda atuante, mas mostrando sinais de esgotamento, um grupo de artistas provoca a moral estabelecida com seus espetáculos de cabaré, ensaiando a resistência política a partir do deboche. Fininha, um soldado de 18 anos do interior de Pernambuco, se apaixona por Clécio, dono de uma trupe anarquista.

Publicado em: http://www.portalcbncampinas.com.br/?p=70067. Último acesso em: 3/1/2014

Anúncios

Sobre Cacau Amaral

Cineasta brasileiro. Direção em 5X Favela; 1 Ano e 1 Dia; Cineclube Mate com Angu; Sociedade Musical Lira de Ouro; Programa Espelho e Aglomerado. https://cacauamaral.com/
Esse post foi publicado em Na rede. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s