Praia do Cachadaço

Tava no Rancho e fui ao Meio. Deu mó receio de tentar atravessar

A água batia na pedra e subia. Eu não queria nem pensar escorregar

Catei a mochila comecei subir a trilha. Porque na Vila não quero ficar

Foi tanta da subida que doeu a perna. Passei pela caverna pra tentar acelerar

Me arrastando deitado e um guinomo sentado. Perguntando se queria relaxar

Fiquei agradecido a bondade do indivíduo. Que dividiu comigo o dom elementar

Praia do Cachadaço brincando na areia. Uma sereia me chamando pra nadar

Praia do Cachadaço passei a minha vida. Na despedia dá vontade de chorar

Ansiedade vai crescendo e continuei descendo. Agora já tô vendo a hora de chegar

A lua tava cheia e mal pisei na areia. Encontrei a sereia querendo mergulhar

A vontade era grande de nadar com essa beleza. Mas a tal correnteza deu medo de afogar

Voltei a caminhar e vi uma fogueira. Que coisa maneira o lual vai começar

Anúncios

Sobre Cacau Amaral

Cineasta brasileiro. Direção em 5X Favela; 1 Ano e 1 Dia; Cineclube Mate com Angu; Sociedade Musical Lira de Ouro; Programa Espelho e Aglomerado. https://cacauamaral.com/
Esse post foi publicado em Letras. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s