Praia do Cachadaço

Tom A

F#m

Tava no Rancho e fui ao Meio

Bm E

Deu mó receio de tentar atravessar

A D

A água batia na pedra e subia

E B

Eu não queria nem pensar escorregar

Catei a mochila comecei subir a trilha

Porque na Vila não quero ficar

Foi tanta da subida que doeu a perna

Passei pela caverna pra tentar acelerar

Me arrastando deitado e um guinomo sentado

Perguntando se queria relaxar

Fiquei agradecido a bondade do indivíduo

Que dividiu comigo o dom elementar

A Bm

Praia do Cachadaço brincando na areia

C#m Bm

Uma sereia me chamando pra nadar

Praia do Cachadaço passei a minha vida

Na despedia dá vontade de chorar

Ansiedade vai crescendo e continuei descendo

Agora já tô vendo a hora de chegar

A lua tava cheia e mal pisei na areia

Encontrei a sereia querendo mergulhar

A vontade era grande de nadar com essa beleza

Mas a tal correnteza deu medo de afogar

Voltei a caminhar e vi uma fogueira

Que coisa maneira o lual vai começar

Anúncios
Publicado em Letras cifradas | Deixe um comentário

Praia do Cachadaço

Tava no Rancho e fui ao Meio. Deu mó receio de tentar atravessar

A água batia na pedra e subia. Eu não queria nem pensar escorregar

Catei a mochila comecei subir a trilha. Porque na Vila não quero ficar

Foi tanta da subida que doeu a perna. Passei pela caverna pra tentar acelerar

Me arrastando deitado e um guinomo sentado. Perguntando se queria relaxar

Fiquei agradecido a bondade do indivíduo. Que dividiu comigo o dom elementar

Praia do Cachadaço brincando na areia. Uma sereia me chamando pra nadar

Praia do Cachadaço passei a minha vida. Na despedia dá vontade de chorar

Ansiedade vai crescendo e continuei descendo. Agora já tô vendo a hora de chegar

A lua tava cheia e mal pisei na areia. Encontrei a sereia querendo mergulhar

A vontade era grande de nadar com essa beleza. Mas a tal correnteza deu medo de afogar

Voltei a caminhar e vi uma fogueira. Que coisa maneira o lual vai começar

Publicado em Letras | Deixe um comentário

O Garoto

Autor Cacau Amaral. Tom C

             C                                                                             F    C

Quando chego do trabalho o meu garoto quer brincar

                                                                                             F    C

Quando chego do trabalho o meu garoto quer brincar

       G                            F                                 C

Ele sobe no meu colo, pula de cima do sofá

       G                            F                                 C

Ele sobe no meu colo, pula de cima do sofá

            C                                                                             F    C

Quando chego do trabalho o meu garoto quer brincar

                                                                                             F    C

Quando chego do trabalho o meu garoto quer brincar

       G                            F                                 C

Ele sobe no meu colo, pula de cima do sofá

       G                            F                                 C

Ele sobe no meu colo, pula de cima do sofá

 

     G                                      F                  

Garoto deixa disso, vê se dá uma sossegada

     G                                    F                  

Senão a sua mãe vai ficar muito danada

 

             C                                                                             F    C

Quando chego do trabalho o meu garoto quer brincar

                                                                                             F    C

Quando chego do trabalho o meu garoto quer brincar

       G                            F                                 C

Ele sobe no meu colo, pula de cima do sofá

       G                            F                                 C

Ele sobe no meu colo, pula de cima do sofá

            C                                                                             F    C

Quando chego do trabalho o meu garoto quer brincar

                                                                                             F    C

Quando chego do trabalho o meu garoto quer brincar

       G                            F                                 C

Ele sobe no meu colo, pula de cima do sofá

       G                            F                                 C

Ele sobe no meu colo, pula de cima do sofá

Publicado em Letras cifradas | Marcado com | Deixe um comentário

O Garoto

Quando chego do trabalho o meu garoto quer brincar

Quando chego do trabalho o meu garoto quer brincar

Ele sobe no meu colo, pula de cima do sofá

Ele sobe no meu colo, pula de cima do sofá

Quando chego do trabalho o meu garoto quer brincar

Quando chego do trabalho o meu garoto quer brincar

Ele sobe no meu colo, pula de cima do sofá

Ele sobe no meu colo, pula de cima do sofá

Garoto deixa disso, vê se dá uma sossegada

Senão a sua mãe vai ficar muito danada

Quando chego do trabalho o meu garoto quer brincar

Quando chego do trabalho o meu garoto quer brincar

Ele sobe no meu colo, pula de cima do sofá

Ele sobe no meu colo, pula de cima do sofá

Quando chego do trabalho o meu garoto quer brincar

Quando chego do trabalho o meu garoto quer brincar

Ele sobe no meu colo, pula de cima do sofá

Ele sobe no meu colo, pula de cima do sofá

Publicado em Letras | Deixe um comentário

Mariana

Autor Cacau Amaral. Tom D

Bm A

Mariana eu não esqueço você

Bm A

Mariana como poderia esquecer

D A

Eu andava tão sozinho procurando um caminho

G Em

Cheguei até a me perder

D A

Ela andava pela rua observando a luz da lua

G Em

Chamei pra me conhecer

D A

Inventei uma desculpa falei sobre a minha culpa

G Em

Depois pensei em nós dois

D A

No início resistia falava que não queria

G Em

Deixamos para depois

D A

Mas o tempo ia passando e agente conversando

G Em

Não dava para escapar

D A

Depois veio seu irmão com mais uma solidão

G Em

Te chamando pra brincar

Publicado em Letras cifradas | Deixe um comentário

Mariana

Mariana eu não esqueço você

Mariana como poderia esquecer

Eu andava tão sozinho procurando um caminho

Cheguei até a me perder

Ela andava pela rua observando a luz da lua

Chamei pra me conhecer

Inventei uma desculpa falei sobre a minha culpa

Depois pensei em nós dois

No início resistia falava que não queria

Deixamos para depois

Mas o tempo ia passando e agente conversando

Não dava para escapar

Depois veio seu irmão com mais uma solidão

Te chamando pra brincar

Publicado em Letras | Deixe um comentário

Avenida Brasil

Autor Cacau Amaral. Tom A (F#m E D Bm)

Bm F#m

Avenida Brasil é onde passo quase todo dia

Bm F#m

Avenida Brasil é onde faço tanta poesia

A E

Todo dia bem cedo ainda meio sonolento

A E

Andando no ônibus ainda meio sonolento

A E

Vejo o vento balançando muitas coisas

A E

E muitos ônibus balançando outras pessoas

Bm F#m

Avenida Brasil é onde passo quase todo dia

Bm F#m

Avenida Brasil é onde faço tanta poesia

A E

Que assim como eu passam o dia viajando

A E

Na Avenida Brasil viajando viajando

A E

Viajando em busca de trabalho

A E

Demorando pra chegar no trabalho

Bm F#m

Avenida Brasil é onde passo quase todo dia

Bm F#m

Avenida Brasil é onde faço tanta poesia

Publicado em Letras cifradas | Deixe um comentário