Arquivo da categoria: Letras

Entender

Ha muito tempo Eu tentei entender Como as coisas acontecem E ainda vão acontecer Agressões intensas Consederadas normais Ataques e ofensas Em redes sociais E digo mais Que por trás dessas verdades Se escondem os cordeiros De coração covarde Uma … Continuar lendo

Publicado em Letras, Não categorizado | Deixe um comentário

Vovó dizia contente

As vezes acho Que o mundo padece Por muita coisa Que a gente já conhece Vovó dizia Pra tomar cuidado Com o troço certo Que no fundo está errado Pra mirar no espelho De nossos ancestrais Sem nenhum problema Em … Continuar lendo

Publicado em Letras | Deixe um comentário

A Reflexão

Hoje eu pensei Que não faria nada Seria um dia vazio Até em vão Mas acordei Com uma vontade danada De propor Uma reflexão Uma reflexão Começa com um devaneio Talvez a ilusão De um mundo perfeito É desse jeito … Continuar lendo

Publicado em Letras, Não categorizado | Deixe um comentário

Tensão, agressão, reconciliação

Era uma vez Uma vida que começou a mudar No belo dia que cruzei aquele olhar Sem esperar, me apaixonei Ela era muito mais do que um dia eu sonhei Me casei Seu pai me trouxe sua mão Me incumbiu … Continuar lendo

Publicado em Letras | Deixe um comentário

1 ano e 1 dia

Quando eu vim pra cá eu tinha medo, eu tinha medo Mas só que agora eu não tenho não É que eu estou cansado de chorar, de recuar Sempre corri atrás e mereço ganhar Nunca parei de lutar, nunca me … Continuar lendo

Publicado em Letras | Deixe um comentário

O pixador

Lequá nemá, gachê rapá quiá, cassar nhami tralê, uê usô da GPA Já zfá um pãotem desde que uê reipá, só que ragoá uê teivou rapá larfá Rapá larfá rapá cevô que vacafi dolabô / doquan avi a dacalemô dorrencô … Continuar lendo

Publicado em Letras | Deixe um comentário

O problema

baseado em trecho do livro de Alessandro Buzzo Aquele beijo de ontem, hoje é uma briga Nunca havia visto nada igual em dez anos de vida O tempo passava, enquanto isso seus pais A cada dia, brigavam mais e mais … Continuar lendo

Publicado em Letras | Deixe um comentário