Arquivo da tag: Baixada Fluminense

Haicai do dia

Se a casa cai / / Choro. Mas não demoro / / Faço outro haicai.

Publicado em Haicai, Poesia | Marcado com , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Não escrevia

Há dois meses não escrevia nada Coisa interessante Diria impressionante Nem percebi essa parada Se der mole a coisa não anda Por isso digo e repito Ô mundo esquisito Quem segura essa demanda Se escolhi escrever Como é que vai … Continuar lendo

Publicado em Poesia | Marcado com , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Duma hora pra outra

Duma hora pra outra, do nada Comecei a fazer soneto Primeiro sobre o gueto Depois sobre qualquer parada Até mesmo sobre amar Hora bolas, por que “até” Diz aí, é ou não é Tem coisa que é difícil falar Em … Continuar lendo

Publicado em Poesia | Marcado com , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Mieux qu’un poème

Publicado em: autresbresils.net 25 mars 2006 par Cacau Amaral Mieux qu’un poème [Melhor que um Poema] de Cacau Amaral, 15’ (2006) Portrait de jeunes des quartiers périphériques de la ville de Rio de Janeiro. Privés d’espaces d’expression, ils s’investissent dans … Continuar lendo

Publicado em Clipping, Internacional, Na rede | Marcado com , , , , , , , , | Deixe um comentário

Quando penso

Quando penso em poesia Só penso em rimar Às vezes eu queria, por um dia Tentar parar Mas minha cuca embola De baixo pra cima E na mesma hora Só penso em rima Já tentei estudar Mas desinteresso E de … Continuar lendo

Publicado em Poesia | Marcado com , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

A matemática

A matemática Da adição e multiplicação É nossa tática Que na prática Subverte a teoria E ainda vira poesia

Publicado em Poesia | Marcado com , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

o gosto

Quando toquei-a com meus lábios Senti o gosto da outra Não sei se estava no bar ou na cama Bebia Antártica e pensava na Brhama

Publicado em Poesia | Marcado com , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

ali descalço

Todo dia ao entardecer O que mais quero é tirar o sapato Ficar ali descalço Esperando anoitecer Ligo a televisão Pra ver o telejornal Passo mal Mas não desligo não É uma coisa meio de instinto Como se tivesse nascido … Continuar lendo

Publicado em Poesia | Marcado com , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Haicai do dia

vejo paisagens lugares crepusculares e engrenagens

Publicado em Haicai, Poesia | Marcado com , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Haicai do dia

questão do mar sereia espalha a areia sob o luar

Publicado em Haicai, Poesia | Marcado com , , , , , , , , , , | Deixe um comentário